Previdência não pode passar de fevereiro, diz Temer

‘Sem reforma, Previdência quebra’, disse Presidente negou tentativa de reeleição. 

 

Em participação no Programa do Ratinho, o presidente Michel Temer defendeu que a reforma da Previdência precisa ser votada ainda em fevereiro. A entrevista foi exibida nesta 2ª feira (30.jan.2018) no SBT.

“Sem reforma, a Previdência quebra”, disse. Citando Grécia e Portugal como exemplos de países que tardaram a reformar os seus sistemas de aposentadoria a tempo, o presidente afirmou que a aprovação impediria “uma reforma mais radical em 2 anos, 3 anos no máximo” e que, com a reforma, a economia daria “1 salto enorme”.

Para o presidente, a aprovação “não pode passar de fevereiro”. “Já negociamos tudo o que foi possível, já fomos longe nas negociações que fizemos”, disse. Pediu apoio popular à reforma, que os espectadores “mandem carta para deputado, senador”, toquem no assunto “na esquina, no bar”.

Em dezembro, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, afirmou que a sessão para análise da proposta será realizada em 19 de fevereiro.

Questionado a respeito de reeleição, o emedebista brincou: “vou lançar o Ratinho”. Disse que não tem planos de participar das próximas eleições, querendo “passar à história como alguém que conseguiu recuperar o país”.

REFORMA NA MÍDIA
Michel Temer tem focado nas últimas semanas na tentativa de diminuir a rejeição à reforma. Nesta 2ª feira (29.jan.2018) o presidente concedeu entrevista à Rádio Bandeirantes, em São Paulo. Temer também conversou com o apresentador Amaury Jr., da Band e com Silvio Santos (SBT).

Fonte: Poder 360

 

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

  • Últimas Notícias
Pesquisadores criticam dados do governo

Pesquisadores criticaram, em audiência pública da CPI da Pr

Aposentadoria especial será debatida

Aposentadoria especial será tema de audiência pública inte

Senado registra recorde de participação popular

A participação popular no Portal e-Cidadania do Senado Fe

Comentários