Na última semana, a Federação Nacional do Fisco Estadual e Distrital – Fenafisco se fez presente em dois importantes

Na última semana, a Federação Nacional do Fisco Estadual e Distrital – Fenafisco se fez presente em dois importantes eventos promovidos pelo Sindicato dos Servidores da Fazenda do Estado da Bahia (Sindsefaz), ocasião em que foi honrada com a palavra para esclarecer temas como a Contribuição Sindical e a Reforma da Previdência.

 

A convite do Sindsefaz-BA, a advogada da Fenafisco, Caroline Sena proferiu palestra  durante a assembleia geral da entidade, realizada na quinta-feira (16), no Bahia Othon Palace, em Salvador.

 

Em sua exposição, Caroline falou sobre as formas de custeio da organização sindical, com foco especial na contribuição sindical, abordando o posicionamento dos tribunais superiores sobre o assunto e esclarecendo dúvidas sobre o trânsito em julgado de ação movida pela Confederação dos Servidores Públicos do Brasil – CSPB, no estado da Bahia, cujo pedido se limitou a requerer o desconto dos 5% previstos no artigo 589, inciso II da Consolidação das Leis do Trabalho – CLT.

 

Na oportunidade, Caroline parabenizou o Sindsefaz pela unidade de luta, consubstanciada em uma assembleia com ampla participação de sua base, ao mesmo tempo em que parabenizou a Fenafisco “por ter atendido de pronto ao pleito de seu filiado, na medida em que não poupou esforços para enviar o Jurídico, a fim de dirimir as dúvidas e orientar a categoria”.

 

Seminário NÃO É REFORMA, É O FIM DA PREVIDÊNCIA

 

 

 

 

 

Na sequência , o presidente da Fenafisco, Charles Alcântara, abriu, na manhã de sexta (17), em Salvador, o seminário NÃO É REFORMA, É O FIM DA PREVIDÊNCIA, evento organizado pelo Sindsefaz e por mais quatro sindicatos (APLB-Sindicato, Sindsaúde, Assufba e Sindmed) e que reuniu 500 pessoas nas dependências do Bahia Othon Palace, oportunidade em que instou os baianos a ampliarem o grau de mobilização para ajudar a barrar a reforma.

 

O presidente da Fenafisco também aproveitou sua fala para lançar cartilha editada pela Federação e que trata da reforma da Previdência. Segundo ele, a publicação será distribuída em todos os estados.

 

 

 

O diretor de Aposentados da Fenafisco, Celso Malhani, foi um dos debatedores do seminário. Ele conclamou os presentes a arregaçarem as mangas e ganhar as ruas para barrar a proposta. Segundo ele, é preciso convencer amplos setores da sociedade a se unirem aos movimentos que já estão organizados nessa luta, para conseguirmos barrar a PEC 287.

 

A Fenafisco segue mobilizada, lutando em defesa da manutenção da Previdência pública. 

Saiba mais em: http://pec287diganao.org.br

 

(Com informações da Ascom Sindsefaz)

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

  • Últimas Notícias
Previdência não pode passar de fevereiro, diz Temer

‘Sem reforma, Previdência quebra’, disse Presidente nego

Receitas do Estado superam mais de meio bilhão de incremento

As receitas próprias do Estado tiveram expressivo .

Comentários