Fundado há quase quatro anos, o Partido Republicano da Ordem Social (Pros) já recebeu R$ 35 milhões dos cofres

Fundado há quase quatro anos, o Partido Republicano da Ordem Social (Pros) já recebeu R$ 35 milhões dos cofres públicos a partir do Fundo Partidário. Os últimos balanços disponíveis mostram que a legenda está com uma folga nas finanças: tinha saldo de R$ 14 milhões em dezembro de 2015, dois anos depois de ter sido criada. Em Planaltina de Goiás (GO), onde o partido surgiu, a legenda criada pelo ex-vereador Eurípedes Gomes de Macedo Júnior, o Eurípedes Júnior, mantém uma sede onde costuma pousar um helicóptero de R$ 2,8 milhões. As receitas saltaram de R$ 6 milhões, em 2014, para R$ 25 milhões em 2015, de acordo com os balanços.

 


Vizinhos do local contaram ao Correio que o presidente do partido pousa e decola ali pelo menos duas vezes por semana. O Robinson modelo R-66 tem prefixo PP-CHF. A reportagem esteve na cidade duas vezes nos últimos nove dias, mas não localizou Eurípedes Júnior. Procurado pelo celular e assessoria de imprensa, ele e a legenda não prestaram esclarecimentos. Em 2015, o dirigente afirmou que a aeronave estava a serviço do partido e não dele, apesar de reclamações do deputado Domingos Neto de que o helicóptero só servia para levá-lo de Brasília a Planaltina, a 80km da capital.

Janine Moraes/CB/D.A Press - 25/9/13
A reportagem esteve na cidade duas vezes nos últimos nove dias, mas não localizou Eurípedes Júnior.
 
 
 
Na cidade, um imóvel na quadra 18 do bairro Santa Rita é indicado por vizinhos como a residência de Eurípedes. A casa tem 498 metros quadrados e está registrada em nome de uma churrascaria em nome da mãe do presidente do Pros, a vice-prefeita Maria Aparecida dos Santos (Pros). A outra parte da churrascaria está em nome de Sandra Caparrosa. Ela foi mulher dele pelo menos até 2013. A assessoria do Pros e Eurípedes não explicaram se eles continuam casados. A casa está em nome da churrascaria desde março de 2016, quando foi avaliada em R$ 91 mil. Mas a empresa e o imóvel específico não constam na declaração de bens de Maria Aparecida ao Tribunal Superior Eleitoral. A relação de patrimônio inclui um imóvel de R$ 150 mil, sem detalhar se é a casa na quadra 18. A vice-prefeita e uma pessoa que se apresentou como irmã dela não prestaram esclarecimentos à reportagem.

 

 

 

Reprodução
Helicóptero Robinson, modelo R-66, semelhante ao utilizado pelo Pros


Bancada
 

Uma fonte garantiu ao Correio que o presidente do Pros comprou uma residência de 1.000 metros quadrados no Setor Santa Rita. Trata-se de uma casa que ocupa três lotes, nunca foi habitada e está em reforma há cerca de três meses. Ela está em nome do empresário Nilton Moreira. Ele disse que passou a reformar a casa, avaliada em R$ 600 mil, e que ela está em “negociação” com uma pessoa de contato do corretor de imóveis. Moreira afirmou não saber quem seria o comprador em negociação.


O TSE declarou que as contas do Pros, que foi fundado em 2013 e tem cinco deputados em exercício do mandato e, não foram analisadas ainda pelo tribunal. “As contas de 2012 dos partidos é que estão em fase de análise”, explicou o tribunal. O Correio enviou 15 perguntas para a assessoria do Pros na sexta-feira, mas não houve resposta. Segundo os auxiliares de Eurípedes, ele estava em viagem.


Finanças em alta

 

Fundo partidário já injetou R$ 35 milhões no Pros, que acumula saldo de R$ 14 milhões e já comprou helicóptero e R$ 5 milhões em imóveis


 

 

 

 

 

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

  • Últimas Notícias
Veja a intenção de voto de cada deputado para a reforma da Previdência

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse na últ

CCJ tenta novamente analisar a PEC

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ)

Comentários